SANTO VIVO - ESTUDOS BÍBLICOS
Blasfemar Contra o Espírito Santo

BLASFEMAR CONTRA O ESPÍRITO SANTO


Textos Base:

Marcos 3:28-30

Na verdade vos digo que todos os pecados serão perdoados aos filhos dos homens, e toda a sorte de blasfêmias, com que blasfemarem; Qualquer, porém, que blasfemar contra o Espírito Santo, nunca obterá perdão, mas será réu do eterno juízo (Porque diziam: Tem espírito imundo)”.

 

Lucas 12:9-10

Mas quem me negar diante dos homens será negado diante dos anjos de Deus. E a todo aquele que disser uma palavra contra o Filho do homem ser-lhe-á perdoada, mas ao que blasfemar contra o Espírito Santo não lhe será perdoado”.

 

Há muita preocupação sobre o que seria BLASFEMAR CONTRA O ESPÍRITO SANTO. Muitos crentes sinceros ficam preocupados com essa afirmação de Jesus, já que não conseguem uma explicação convincente para o fato. Alguns estão sempre preocupados em saber se de alguma maneira blasfemaram.

 

Analisando o contexto que Jesus falou sobre essa blasfêmia, e também outras passagens bíblicas, podemos compreender o que seria blasfemar contra o Espírito Santo.

 

No texto de Marcos, Jesus havia expulsado demônios pelo poder do Espírito Santo, e os escribas disseram que Ele expulsava pelo poder do príncipe dos demônios, Belzebu. Eles estavam atribuindo uma obra de Deus à Satanás. Fica claro que atribuir algo feito pelo poder de Deus à Satanás, é blasfemar contra o Espírito Santo.

 

Na narração de Lucas, antes de falar sobre a blasfêmia, Jesus diz que: “quem me negar diante dos homens será negado diante dos anjos de Deus”. Neste caso blasfemar contra o Espírito Santo, seria apostatar da fé.  

 

Outra maneira de blasfemar é resistir ao Espírito Santo, ou seja, o homem ouve a Palavra de Deus, por toda a vida e nunca se converte. Isso é resistir ao poder do Espírito Santo que está oferecendo ao homem a salvação pela graça de Deus. É Ele quem convence o homem do pecado, conscientiza-o da justiça de Deus que o levará ao juízo e consequentemente à morte eterna. Isto significa que ninguém despreza a salvação que há em Cristo Jesus, inocentemente. Então para quem ouvir a Palavra de Deus e ignorar ou não dar crédito, e continuar com essa atitude até à morte, não haverá perdão. Porque resistiu ao Espírito Santo.

 

O apóstolo João em sua primeira carta fala sobre pecado para a morte: “Se alguém vir pecar seu irmão, pecado que não é para morte, orará, e Deus dará a vida àqueles que não pecarem para morte. Há pecado para morte, e por esse não digo que ore. Toda a iniquidade é pecado, e há pecado que não é para morte” (I Jo 5.16-17).

 

Aqui João está falando claramente para os que são da Igreja, para os que conhecem à Cristo. Podemos deduzir que João está falando de blasfêmia consciente contra o Espírito Santo, ou seja, atribuir uma obra do Espírito Santo à Satanás, por pessoas de dentro da Igreja Cristã. Muitas vezes isso é feito por inveja, ou para desacreditar o agir de Deus na vida de um irmão. Por isso nós que temos conhecimento do agir do Espírito Santo, não seremos considerados ignorantes. Neste caso precisamos ter muito cuidado e não ficarmos julgando curas, libertações e conversões de pessoas. Se não temos discernimento de espírito, Inicialmente devemos acreditar que provém de Deus. Se for obra do maligno, a própria obra se denunciará com o tempo. Porque as obras de Satanás não tem duração ante o poder do Espírito Santo. Elas logo se denunciam.

 

Podemos ter certeza, a blasfêmia contra o Espírito Santo não será levada em conta se for feita por ignorância. Pois Deus não levará em conta o tempo da ignorância (At 17.30).

 

J. DIAS

www.santovivo.net



FALE CONOSCO/PERGUNTA BÍBLICA