SANTO VIVO - ESTUDOS BÍBLICOS
Que São Seitas e Heresias?

QUE SÃO SEITAS E HERESIAS?


O QUE É UMA SEITA?

Os diversos ramos do conhecimento buscaram dar uma definição padrão de como se caracteriza uma seita, porém não chegaram a um consenso. Para a psicologia, seita seria um grupo que altera o comportamento de uma pessoa e sua perspectiva psicológica de vida. Na sociologia o termo é usado para definir um grupo que não se ajusta às normas de determinada sociedade. Em partes conseguiram alcançar seus objetivos, porém, falharam em tratar o que é essencial a todas as seitas: sua teologia.


A palavra seita, em sua origem, não tinha o sentido desagradável que adquiriu como passar do tempo, tanto que o cristianismo foi chamado de seita: “Porém confesso-te que, segundo o Caminho, a que chamam de seita, assim eu sirvo ao Deus de meus pais, acreditando em todas as coisas que estejam de acordo com a lei e nos escritos dos profetas” (At. 24:14). Em seu sentido etimológico, as palavras seita e heresia procedem da palavra grega “háiresis”, que tem como significado “escolha, partido tomado, corrente de pensamento, divisão, escola etc.”. A palavra “heresia” é adaptação de “háiresis”, quando passada para o latim, “háiresis” tornou-se “secta” donde surgiu o termo seita.


Diferentemente do que significa no original, devido as várias características que o termo foi agregado, podemos dizer que seita seria um grupo de pessoas cujos ensinos repousam sobre a autoridade isolada de um líder espiritual, cujas palavras e escritos são vistos de igual valor ou superior à Bíblia Sagrada e sempre negam as doutrinas centrais do cristianismo histórico.


O líder é visto como “profeta”. Uma vez que esse profeta é visto como canal de comunicação entre Deus e os homens, seus ensinos são de autoridade inquestionável. São dogmas! A questão fundamental quando tratamos com os sectários, é descobrir quem é seu porta-voz.
Enquanto os filhos de Deus têm a Bíblia como seu padrão exclusivo de fé e conduta, por meio da qual se decidem todas as questões religiosas, o sectário olha para os escritos do seu profeta.


CARACTERÍSTICAS DE UMA SEITA

Não é difícil para um cristão sincero identificar uma seita. Existem várias características doutrinárias que, de pronto, com um conhecimento mediano da Bíblia, podem ser refutadas. Tipicamente as seitas dão ênfase a novas revelações “recebidas de Deus”, negam a autoridade única da Bíblia, negam a Trindade Santa, possuem uma visão desvirtuada de Deus e de Jesus Cristo, ou ainda rejeitam a salvação pela graça. Outro fator determinante para a identificação de uma seita, além das características doutrinárias, são seus indícios sociológicos, que incluem autoritarismo, o dogmatismo, as mentes fechadas, as susceptibilidades, o isolamento e até mesmo o antagonismo. É comum nas seitas o legalismo (conjunto de regras obrigatórias para seus devotos), a perversão sexual, a intolerância, etc., entretanto é salutar dizer que para identificar uma seita não é preciso que ela apresente todas essas características, porém elas se combinam em suas mais diversas formas.


Em relação à Bíblia:

  • Têm outras fontes doutrinárias além das Escrituras
  • Aceitam apenas algumas partes.
  • Usam uma edição "especial" adaptada às suas convicções
  • Distorcem as doutrinas fundamentais, desprezando os princípios auxiliares de Hermenêutica.
  • Dizem que receberam uma nova revelação de Deus anulando ou mudando mandamentos e/ou preceitos existentes na Palavra de Deus.

Em relação à Jesus Cristo:

  • Não aceitam que ele seja o Filho Unigênito de Deus.
  • Não aceitam Sua natureza divina-humana.
  • Não aceitam Seu nascimento virginal.
  • Existe outra possibilidade de salvação além da realizada por Cristo, pois cabe ao homem realiza-la.
  • Quase sempre tem um líder, vivo ou morto, que possui autoridade igual ou superior a Cristo.

Além destes aspectos, as seitas negam a realidade ou a individualidade do pecado, sendo também proselitistas.

PLURALIDADE RELIGIOSA

As seitas podem ser subdividas em pequenos grupos com características comuns, ou ainda pelo critério de sua origem. Dessa forma podemos classificá-las em:


a)
Proféticas – originaram-se de líderes que se denominaram profetas;


b)
Secretas – originaram-se de alguma revelação à qual somente os iniciados teriam acesso;


c)
Espíritas – surgiram da busca de comunicação com o mundo sobrenatural;


d) Afro-brasileiras - se originaram das práticas africanas trazidas ao Brasil pelos escravos;


e)
Orientais – fundamentaram-se em princípios, religiosidade e filosofia japonesa, hindu e iraniana;


f)
Unicistas – não aceitam a pluralidade de pessoas na unidade divina; qualquer referência à idéia de Trindade é interpretada como várias manifestações de Deus ou de Jesus.


De acordo com esta classificação podemos agrupar as seitas em evidência no Brasil da seguinte forma:


1)
Proféticas: Mormonismo, Testemunhas de Jeová, Ciência Cristã, A Família (Meninos de Deus), etc.


2)
Espíritas: Kardecismo, Legião da Boa Vontade, Racionalismo Cristão, etc.


3)
Afro-brasileiras: Umbanda, Quimbanda, Candomblé, Cultura Racional, etc.


4)
Ocidentais: Seicho-no-ie, Messiânica Mundial, Arte Mahikari, Hare-Krishna, Meditação Transcendental, Unificação (Rev. Moon), Perfeita Liberdade, etc.


5)
Unicistas: Igreja Local(Árvore da Vida), Igreja Evangélica Voz da Verdade, Só Jesus, Tabernáculo da Fé.


6)
Secretas: Maçonaria, Teosofia, Rosa-crucianismo, Esoterismo, etc.


REFUTAÇÂO DE ALGUMAS DOUTRINAS DAS SEITAS

Elas pregam a salvação pelas obras

A Bíblia deixa bem claro que a salvação é pela graça por meio da fé, independentemente das obras, como disse o apóstolo Paulo aos efésios: “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie” (Ef 2.8-9). Somos também justificados diante de Deus pela fé, à parte das obras. De modo que a graça que salva por meio da fé, que por sua vez produz obras que dão testemunho sobre a eficácia da fé salvadora (Tiago 2).


Dizem que só 144 mil, irão habitar com Cristo

Na Bíblia está afirmado que os salvos iram morar com Cristo sim! Paulo escreve assim aos irmãos de Tessalônica: “Pois dada a ordem, com a voz do arcanjo e o ressoar da trombeta de Deus, o próprio Senhor descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que estivermos vivos, seremos arrebatados com eles nas nuvens, para o encontro com o Senhor nos ares. E assim estaremos com o Senhor para sempre (I Ts 4.16-17).


O trecho acima também deixa claro que Jesus virá para buscar a sua Igreja, portanto a afirmação de que Jesus está na terra já à alguns anos e em segredo, não tem base bíblica.


Dizem que não existe Trindade
Entretanto, por meio da revelação progressiva, o único Deus se revela como uma unidade composta de três pessoas distintas, que nós chamamos de Trindade. Por meio de comparação podemos concluir que existe uma unidade composta nas escrituras para a Divindade.


Há várias citações na Bíblia que declaram a unicidade de Deus (2 reis 19.15; Neemias 9.6; Salmos 83.18; 86.10; Isaías 43.11; I Coríntios 8.6; Gálatas 3.20; Efésios 4.6, Onipresença do Pai: Jeremias 23.24:


- Onipresença do Filho: Efésios 1.20-23;

- Onipresença do Espírito Santo: Salmos 139.7.

- Onipotência: do Pai: Gênesis 17.1;

- Onipotência do Filho: Apocalipse 1.8;

- Onipotência do Espírito Santo: Romanos 15.19

- Onisciência: do Pai: Atos 15.18;

- Onisciência do Filho: João 21.17;

- Onisciência do Espírito Santo: I Coríntios 2.10.


Pregam que Jesus não é Deus

A Bíblia afirma em vários trechos que Jesus é Deus: vamos citar só um deles “No princípio era o Verbo e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas pro intermédio dele e sem Ele nada do que foi feito se fez” (João 1.1-3).


Dizem que o Espírito Santo não é uma pessoa

Quando falamos que o Espírito Santo é uma pessoa, alguns de forma errônea interpretam que se Ele fosse uma pessoa teria necessariamente que possuir uma forma corpórea. Entenda, é consenso entre os cristãos que Deus Pai seja uma pessoa, mesmo que nunca tenha sido visto, logo uma pessoa não precisa necessariamente possuir um corpo, mas sim que possua atributos de uma pessoa. Da mesma forma, o Espírito Santo possui todos os atributos de uma pessoa, apesar de não ser visível, logo é uma pessoa.

Vejamos as provas bíblicas de que o Espírito Santo é uma pessoa, pelas atribuições que Palavra de Deus faz a Ele, que só podem ser praticadas por uma pessoa:


a)
Ele fala: “... pois não são vocês que estarão falando, mas O Espírito do Pai de Vocês falará por intermédio de vocês” (Mateus 10.20; Atos 8.39; 10.19-20; 13.2; Apocalipse 2.7);


b)
Ele ensina: “Quando vocês forem levados às sinagogas e diante de governadores e das autoridades, não se preocupem com a forma pela qual se defenderão, ou como dirão, pois naquela hora o Espírito Santo lhes ensinará o que deverão dizer” (Lucas 12.12; João 14.26; I Coríntios 2.13);


c)
Ele conduz e guia: “Mas quando o Espírito da verdade vier, Ele os guiará a toda verdade. Não falará de si mesmo; falará apenas o que ouvir, e lhes anunciará o que está por vir” (João 16.13; Romanos 8.14)


Dizem que Cristo não ressuscitou corporalmente

A morte de Cristo tem uma grande importância para os cristãos, mas a ressurreição é a essência do cristianismo, pois se Jesus não tivesse ressuscitado, o Evangelho seria uma mentira, uma grande farsa. A verdade é que Jesus ressuscitou, e não só isso, seus discípulos registraram sua ressurreição, bem como a veracidade dos fatos em seus escritos. Lucas é preciso em seus pormenores, ao relatar a aparição de Jesus com os seguintes detalhes:

"Ressuscitou, verdadeiramente, o Senhor e já apareceu a Simão. E eles contaram o que lhes aconteceu no caminho, E como deles foi conhecido no partir do pão. E, falando ele dessas coisas, o mesmo Jesus se apresentou no meio deles e disse-lhes: Paz seja convosco. E eles, espantados e atemorizados, pensavam que viam algum espírito. Ele lhes disse: Por que estais perturbados, e por que sobem tais pensamentos ao vosso coração? Vede as minhas mãos e os meus pés, que sou Eu mesmo: tocai-me e vede, pois um espírito não tem carne nem ossos, como vedes que eu tenho. E, dizendo isso, mostrou-lhes as mãos e os pés. E, não o crendo eles ainda por causa da alegria e estando maravilhados, disse-lhes: Tendes aqui alguma coisa que comer? Então, eles apresentaram-lhe parte de um peixe assado e um favo de mel, o que Ele tomou e comeu diante deles" (Lucas 24.34-43)


Dizem que Jesus assumiu um corpo que não era dele

A prova de que Jesus estava com seu próprio corpo é inegável e também comprova os detalhes de sua morte. O apóstolo Paulo nos fala que a ressurreição literal de Cristo é a nossa maior esperança, pois se Deus pode ressuscitar a Jesus em corpo físico e imortal, também poderá ressuscitar o nosso. Assim concluiu o apóstolo: “E, se Cristo não ressuscitou, logo é vã a nossa pregação, e também vã a nossa fé” (I Coríntios 15.14). A ressurreição é uma prova da divindade de Cristo, do triunfo sobre o pecado, sobre a morte e sobre Satanás. Negar esta verdade é pregar outro Evangelho.


Costumam “profetizar” o dia da vinda de Jesus

Qualquer profecia que contenha a data da vinda de Jesus é mentirosa, é trabalho de falso profeta.


A Palavra de Deus diz que “daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, mas unicamente o Pai... (Mateus 24.36, 42).


Reencarnar (nascer em uma outra pessoa, com outra aparência física)

Pregam que a pessoa deve morrer e reencarnar várias vezes até chegar a ser alguém que mereça a salvação.


Se isso fosse verdade o sacrifício de Jesus na cruz do Calvário estaria invalidado, Jesus teria morrido em vão. Mas não é verdade, só quem pode mudar o homem de pecador para uma nova criatura é Jesus, não existe outra maneira, não adianta inventar teorias absurdas, que não tem sustentação bíblica.
A Bíblia deixa bem claro que: “E, que aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo” (Hb 9.27).


Consultar aos mortos, adivinhar, prognosticar (vidência), praticar mágica, ser agoureiro, feiticeiro

Deus proibiu estas coisas no meio do seu povo, quer dizer, quem segue os ensinamentos de Deus não pratica, nem procura pessoas que praticam tais coisas: “Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; Pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR; e por estas abominações o SENHOR teu Deus os lança fora de diante de ti” (Dt 18.10-12).


A PERIGOSA INVASÃO DAS SEITAS

À medida que se aproxima o final dos tempos, uma explosão de seitas e movimentos religiosos surgem por todo o mundo, dividindo famílias, igrejas e levando almas preciosas para a perdição eterna. A cada dia que passa a situação fica pior.


As igrejas precisam preparar seus membros para esse confronto com as seitas, porque onde as igrejas forem evangelizar precisam ter consciência que as seitas estarão lá, tentando enganar e desviar os novos convertidos e até os já considerados maduros, prejudicando a causa do Evangelho.
É urgente que as igrejas tenham crentes que saibam fazer apologia da fé cristã, ou seja, que sejam capazes de fazer a verdadeira defesa das doutrinas bíblicas, para que as falsas interpretações dessas pessoas sejam confrontadas e vencidas. Por isso é urgente que as igrejas que se preocupam com a causa do Evangelho, fortaleçam suas Escolas Bíblicas, incentivem aos seus congregados na leitura da Bíblia, criem grupos de estudos bíblicos. Enfim, precisamos de armas para combater os falsos ensinos. Não é fechando à porta da casa ou tratando deseducamente as pessoas que batem à nossa porta com intuito de ensinar suas heresias que vamos nos defender deles. Devemos combatê-las com a verdade. Afinal essa pessoas também são almas preciosas para o Reino de Deus.


O QUE É TOLERÂNCIA RELIGIOSA?

É o respeito que devemos ter pelas pessoas que fizeram uma opção religiosa diferente da nossa. Entretanto essa postura tolerante não concorda com a idéia de que todas as religiões levam a Deus.


É CERTO QUESTIONAR A EXPRESSÃO RELIGIOSA DE UMA PESSOA?

Sim. Desde que a confrontação seja no campo das idéias e não vise denegrir ou ofender a pessoa que crê de maneira diferente da nossa. Devemos sempre confrontar a maneira como os indivíduos interpretam a verdade e o seu modo de vida religiosa, nunca agredir as pessoas.


NÃO SE DEIXE ENGANAR POR UMA SEITA

Talvez isso tenha acontecido à porta de sua casa, quando algum vendedor treinado para persuadir e usando de artimanhas o fez comprar algo inútil. O engano é geral! Há engano em todas as áreas da vida, e especialmente no setor religioso! Vivemos numa época em que muitas seitas se propagam em velocidade inacreditável. Os representantes das seitas sabem muito bem como podem vender suas heresias a pessoas de boa-fé por meio de palavras convincentes. Muitas vezes as seitas apelam para a Palavra de Deus e usam o nome de Jesus Cristo.

Em um primeiro momento, freqüentemente, suas palavras parecem convincentes e verdadeiras. Mas, cuidado é engano! A Bíblia nos adverte seriamente a respeito: "Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo a fora" (1 Jo 4.1).

Em que consiste a diferença entre uma seita e a verdadeira fé bíblica em Jesus Cristo? Como se reconhece uma seita? Faça a prova com três perguntas:

1. Quem é Jesus Cristo?

As seitas negam a pessoa do Senhor Jesus - elas falam de um "Cristo cósmico" ou negam a sua soberania divina. Nelas não é Jesus que está no centro, mas a pessoa do seu "guia", "profeta", "apóstolo” ou "guru". Entretanto, a Bíblia declara que Jesus Cristo é Deus verdadeiro. Ele se tornou homem para morrer na cruz por todos os homens. Ele ressuscitou corporalmente e vive por toda a eternidade (1 Jo 5.20; Cl 2.9; Mc 10.45 e 1 Co 15.3).

2. O que é a Bíblia?

Muitas vezes as seitas usam, de fato, partes da Bíblia, mas além dela ainda têm as suas doutrinas especiais, "novas revelações" e "visões", que colocam no mesmo nível da Palavra de Deus, a Bíblia. Porém, a própria Bíblia legitima-se como a Palavra de Deus inspirada. Tudo o que precisamos saber sobre Deus, sobre Jesus Cristo e seu grandioso plano para este mundo e para nossa vida é revelado exclusivamente pela Sagrada Escritura (2 Tm 3.16). Deus nos adverte para não irmos além do que está escrito na Bíblia (Ap 22.18-19; 1 Co 4.6).

3. Como posso encontrar a Deus? Como alcanço a vida eterna?

As seitas condicionam a salvação à filiação a sua organização. Seus membros devem treinar certas práticas de meditação ou cumprir outras normas de conduta. A Bíblia, pelo contrário, ensina: você é salvo e recebe a vida eterna de Deus única e exclusivamente pela fé pessoal em Jesus Cristo e por Sua graça (Jo 3.16; 14.6; 1 Tm 2.5; At 4.12).

CONCLUSÃO

Qual tem sido a principal conduta das igrejas evangélicas? Não podemos demonstrar apatia e desinteresse. Precisamos de um engajamento verdadeiro e responsável na obra de evangelização. Ter uma consciência religiosa esclarecida e iluminada pelo poder do Espírito Santo.


Não devemos “brigar” por coisas secundárias, tais como: modo de batismo (aspersão ou imersão); interpretações apocalípticas (Pré tribulacionismo, Pós-tribulacionismo; etc.); usos e costumes (vestuário, acessórios, cabelo); etc. Essas questões, por mais importantes e relevantes que sejam para algumas igrejas, não interferem na nossa salvação, que é exclusivamente pela fé em Jesus Cristo. Do ponto de vista teológico, você pode, e deve ter uma definição que julgue ser a melhor com respeito a cada uma dessas questões, entendendo que as opções divergentes existem. Nossa luta deve ser pela Fé que nos foi entregue (Judas 3).

Cuidado para não cair nas armadilhas de qualquer seita. Por isso, informe-se, leia a Bíblia, conheça a Jesus Cristo e confie nEle! Ele quer trazer luz às trevas de sua vida. Jesus Cristo diz: "Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas, pelo contrário, terá a luz da vida" (Jo 8.12).


J. Dias e Peter Bronclik

Fonte de pesquisa:

Entendendo as Religiões Hoje - SOCEP

Módulo 4 do Fundamental - Heresiologia I, Faculdade Teológica Betesda

www.santovivo.net


FALE CONOSCO/PERGUNTA BÍBLICA