SANTO VIVO - ESTUDOS BÍBLICOS
Davi, o Maior Rei de Israel

DAVI, O MAIOR REI DE ISRAEL


J. DIAS

O nome Davi significa amado. Segundo rei do reino unido de Israel, sendo o substituto do fracassado rei Saul. Hábil guerreiro, político, poeta e instrumentista. Recomendado para tocar harpa perante o rei Saul, foi escritor da maioria dos Salmos. Viveu em data aproximada de 1016 a 976 a.C. Ele foi uma das figuras mais proeminentes da história do mundo e certamente também entre os personagens da Bíblia. É o mais famoso antepassado de Jesus Cristo. Jesus não é chamado filho de Abraão, ou filho de Jacó, mas filho de Davi.

Davi quando jovem viveu em Belém, era o mais novo dos oito filhos de Jessé. Por ser mais novo Davi guardava os rebanhos de seu pai. Nessa função demonstrou coragem, matando um leão e um urso que haviam atacado as ovelhas.

Sua vida foi uma mescla do bem e do mal. Esteve repleta de feitos nobres, altas aspirações, e grandes conquistas; no entanto esteve manchada por pecados graves.

Nenhum personagem da Bíblia ilustra mais plenamente a escala moral da natureza humana. É difícil conceber que o homem que escreveu o Salmo 23, poderia fazer o que Davi fez com Urias. Mas o espírito da época em que ele viveu deve ser considerado, e também as tentações relacionadas com um poder quase ilimitado.

Nos primeiros dias de sua vida ele é mencionado como um homem "segundo o coração de Deus" (1Sm 13:14). Isto era verdade, quando guardava os mandamentos divinos. Pode ser dito a seu favor que nunca se converteu em um idólatra, e que foi leal ao Senhor em seu testemunho e em sua adoração.

Davi morreu aos 71 anos de idade, tendo reinado em Israel 40 anos e meio,  7 anos e meio em Hebrom e 33 em Jerausalém. Durante seu reinado Israel experimentou vários exitos políticos e militares. Na política exterior Davi acabou com o poder dos filisteus (2 Sm 5), realizou várias conquistas na Transjordânia (2 Sm 8), anexou a Israel cidades dos cananeus ainda independentes que se tornaram províncias no império de Salomão (1 Rs 4). Assim Israel se transformou em Estado territorial.

O fato de que a maior parte de sua vida foi espiritual, apesar de nem sempre consistente, juntamente com sua genialidade, explica o lugar tão elevado que ocupa na Escritura.

CARACTERÍSTICAS DE DAVI

Caráter polivalente:

1-    Em sua juventude foi um atleta, 1Sm 17:34-36

2-    Foi um grande músico, sua reputação era tal que tocava perante o rei Saul, 1Sm 16:14-23

3-    Seu talento poético era da mais alta categoria. Escreveu algumas das maiores obras primas da literatura espiritual. Nenhuma poesia tem sido tão constantemente usada como os salmos de Davi.

4-    Foi um general capaz e conduziu com grande êxito suas campanhas militares.

5-    É considerado, em geral, como o maior rei de Israel. Mostrou uma sabedoria fora do comum na administração do governo.

SUA CARREIRA

I – Seus primeiros anos.

1-    Passou-os na fazenda de seu pai perto de Belém; era o caçula de oito filhos, 1Sm 16:10-11

2-    Como pastor, mostrou grande valor ao proteger o rebanho, 1Sm 17:34-36

3-    Deus o escolheu como sucessor do rei Saul, e humildemente foi ungido pelo profeta Samuel, 1Sm 16:12-13.

II – Seu serviço sob o comando de Saul.

Nota: a ordem cronológica dos acontecimentos durante este período não está determinada com exatidão.

1-    Converte-se no harpista do rei, 1Sm 16:14-23

2-    Depois de permanecer na corte por certo tempo, retorna ao campo, 1Sm 17:15.

3-    Ainda jovem aparece como campeão de Israel e mata o gigante Golias, o que resultou numa grande vitória para o povo de Deus, 1Sm 17:25-53.

4-    Esta façanha histórica ganha à admiração de Jônatas, filho de Saul; mas os louvores que o povo rendeu a Davi, despertaram a inveja e o ódio do rei Saul, I Sm 18:1-9.

5-    Davi é forçado a fugir para salvar sua vida, 1Sm 19.

III – Davi como fugitivo.

Este é um período escuro em sua carreira. Perseguido pelo rei Saul, Davi vive uma perigosa vida de fugitivo. Mas existem alguns momentos de esplendor em meio a este obscuro panorama:

-A intercessão de Jônatas assegura a restauração temporária da graça do rei por Davi, 1Sm 19:4-7.

-A generosidade de Davi ao poupar a vida de Saul, por duas vezes, 1Sm 24:1-5 e 26:1-20.

IV – Davi como rei.

1-    Depois da morte de Saul, a tribo de Judá unge a Davi como rei, e este reina sete anos em Hebron, 2Sm 5:1-5.

2-    Depois da morte de Is-Bosete, Davi converte-se em rei de todo Israel, 2Sm 5:3.

      Acontecimentos notáveis em seus últimos anos.

1-    Toma Jerusalém e a estabelece como capital, 2Sm 5:7.

2-    Leva a Arca para Jerusalém, 2Sm 6:1-11.

3-    Varias vitórias militares e expansão do reino, 2Sm 8, 10.

4-    Seu pecado contra Urias, 2Sm 11- 12.

5-    Seu arrependimento, Sl 51.

6-    A rebelião de Absalão contra o pai, 2Sm 15 – 18.

7-    A preparação de Davi para a construção do templo, 1Cr 22:5, 14; 29:2.


 

Fonte:

Bíblia Thompson - Editora Vida
Dcionário Bíblico - Editora Didática Paulista
Novo Dicionário da Bíblia John Davis - Editora Hagnos

www.santovivo.net

 FALE CONOSCO/PERGUNTA BÍBLICA





 www.santovivo.net